Martin Posts

VENEZUELA – UMA VITIMA DO COMUNISMO?

O comunismo é a ideologia que durante a sua expansão pelo mundo, prometia igualdade, prosperidade e justiça para todas as nações.No entanto, esta foi uma das maiores mentiras já contadas.

Ao expandir-se pelo mundo, o comunismo também espalhou a pobreza,  guerra e a ditaduras, principalmente em países africanos e na América latina.

Em 1991, o mundo inteiro  testemunhou o colapso da antiga União Soviética, o símbolo do comunismo, e por tanto a “morte” dessa ideologia. Entre tanto, infelizmente, ainda existem muitos  países presos nessa ideologia, e uma das vítimas é a Venezuela, que enfrenta uma crise econômica sem precedentes.

Antes de adotar o comunismo, a Venezuela era a maior economia per capita da América do Sul, um dos  maiores produtores de petróleo do mundo e detentora das maiores reservas comprovadas de petróleo do mundo, com 296 bilhões de barris em 2012, hoje o pais não consegue nem sequer alimentar o seu povo.

A desigualdade social atingiu números alarmantes. Uma pequena classe da elite controla tudo, e usufrui de tudo,  enquanto as massas estão cada vez mais empobrecidas.

O pais está atravessar uma crise humanitária, econômica, social e politica, nunca antes vista.

O presidente Maduro, que assumiu o poder após a morte de seu mentor Chávez em 2013, expandiu seus planos econômicos comunistas e nacionalizou uma parte significante do setor privado do país, incluindo supermercados e farmácias.

Como resultado, grande parte da produção local, e serviços deteriorou-se. O pais mergulhou em uma crise econômica profunda, que piorou com a queda do preço de petróleo, que é a principal fonte de renda do pais.

A taxa de inflação atingiu níveis astronômicos, com os preços de mercado das commodities a subirem a cada dia.

Segundo previsões do FMI a taxa de inflação da Venezuela poderá atingir o  alucinante nível de um milhão por cento até o final de 2018.

Com a terrível escassez de alimentos e remédios e as crescentes taxas de criminalidade, desemprego e inflação agora comuns no país, mais de 1,6 milhão de venezuelanos deixaram seu país, criando a maior crise de migração da América do Sul da historia recente recente.

Os venezuelanos estão  a ser vítimas dos  seus líderes comunistas que lhes venderam o sonho de um país, de direitos iguais, prosperidade econômica e social, quando na verdade os estavam a levavam aos portões do inferno.

Tirania, corrupção e ideologia obsoleta transformaram as vidas dos venezuelanos em pesadelos, e eles agora perceberam a futilidade de receber gasolina barata para seus veículos, bem como outros subsídios, quando essas políticas levam ao colapso econômico do pais.

Os produtos devem ser vendidos a mais do que o custo de sua produção, para que sejam sustentáveis ​​e permanentemente disponíveis.

O comunismo em geral não falhou simplesmente porque foi mal aplicado nas nações que o adotaram. O comunismo falhou desde a sua concepção. É uma ideologia defeituosa que contradiz a natureza humana e os valores da concorrência, do auto aperfeiçoamento e da liberdade, econômica, de viajar e de se expressar, bem como de adquirir posses, que todos prezam.

A Venezuela é simplesmente a mais recente vítima dessa ideologia que se espalhou como o cancro, pregando falsas promessas e causando perdas e desespero.

 

Fechar Menu
Right Menu Icon