Martin Posts

Presidente da África do Sul proíbe aumento salarial para ministros, deputados e presidente da assembleia.

Os membros do governo  da África do Sul (ministros, deputados, vice presidente, e presidente da assembleia) não terão aumentos salariais anuais de acordo com uma declaração da presidência.

presidente da Africa do Sul Cyril Ramaphosa

Um comunicado publicado no fim de semana deu a conhecer  que o presidente Cyril Ramaphosa havia tomado a decisão à luz das dificuldades econômicas que o país atravessa.

O Presidente Ramaphosa determinou que não haverá aumento salarial anual para o Vice-Presidente, Ministros, Vice-Ministros, o Presidente da Assembleia Nacional, o Presidente do Conselho Nacional das Províncias, o Vice-Presidente da Assembleia Nacional e o Vice-Presidente. do Conselho Nacional das Províncias ”, diz a declaração.

A medida é contra a recomendação de uma comissão do governo que determina que todos os cidadão, que oucupam  cargos públicos recebam um aumento salarial  de 4%. Nos executivos provinciais, Premiers, membros dos Conselhos Executivos e Parlamentares também não receberão um aumento salarial.

A decisão do presidente Ramaphosa de não seguir as recomendações da Comissão é sustentada pelo imperativo de que o Estado seja responsavel e demonstre contenção, especialmente durante períodos de dificuldades econômicas, ao determinar o nível de aumentos salariais para representantes públicos“, acrescentou o comunicado.

Fechar Menu
Right Menu Icon