Martin Posts

COM A CHEGADA DO FMI, A VERDADEIRA CRISE IRA COMEÇAR EM ANGOLA.

O aumento da taxa emissão dos passaportes, em Angola  de 3000 para 30500,  é um absurdo. Entre tanto esse é só o começo do sofrimento do povo.  Ainda vem ai a subida dos preços dos combustíveis, da eletricidade e da agua. A criação de novos imposto ou taxas, a introdução do IVA (imposto sobre valor agregado), que ira encarecer ainda mais os preços dos produtos, e reduzir ainda mais o poder de compra da população da classe mais baixa, bem como aumento da taxa desemprego resultante de cortes de efetivos na função publica. Tudo isso como medidas de austeridades adotadas pelo governo, sub recomendações do FMI (Fundo Monetário Internacional).

Entre tanto porque o governo adotou tais medidas, mesmo sabendo que o povo já atravessa uma situação difícil do ponto de vista econômico?

Bem depois do assalto aos cofres do estado pelos ditos marimbondos, o pais mergulhou em uma crise financeira profunda. Com as reservas internacionais liquidas a atingirem mínimos históricos.

Isso obrigou o governo a pedir assistência financeira e técnica ao FMI.

No âmbito do seu programa de assistência financeira, o FMI emprestou 3.7 mil milhões de dólares, ao estado angolano, com um prazo de reembolso de 10 anos, e um período de 4 anos de graça, com uma taxa de juro anual igual ou inferior a 3%. Com tudo, os angolanos já começaram a pagar a fatura dessa divida. Os termos, as condições e as medidas de austeridade do FMI, já fazem estrago no pais, e tornam a vida da população cada vez mais difícil.

Estando o pais em crise e com a necessidade de cortes nos gastos, poderíamos começar por reduzir o tamanho do governo. Eliminar alguns ministérios, reduzir as regalias dos governantes e deputados. Além disso, os indivíduos que delapidaram o erário publico são conhecidos. Porque é que a justiça não age sobre eles? Se o estado prender os corruptos, confiscar os seus bens obtidos através da corrupção, certamente teríamos recursos financeiros suficiente para fazer face a crise, sem recorremos ao aumento das taxas e impostos. Porque como é do nosso conhecimento, os que mais sofrem com esse tipo de medidas é a camada mais desfavorecida.

Sejamos sinceros. O FMI não veio para melhorar a vida dos angolanos. Muito pelo contrario.

COM A CHEGADA DO FMI, A VERDADEIRA CRISE IRA COMEÇAR.

Fechar Menu
Right Menu Icon